Publicidade
Qui 16 Jun 2016

Outra vez acusado de receber propina, Henrique Eduardo Alves "pede para sair" do MTur

Notícia atualizada às 18h09

Henrique Eduardo Alves
(foto: divulgação / Ascom / MTur)

Com nome citado no acordo de delação premiada de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, Henrique Eduardo Alves acaba de pedir demissão do cargo de ministro do Turismo, conforme informa a assessoria do Palácio do Planalto.

Em sua denúncia, Machado assegura que repassou R$ 1,55 milhão em propina, entre 2008 e 2014, para o peemedebista do Rio Grande do Norte, que voltou à cadeira do MTur (Ministério do Turismo) na posse de Michel Temer como presidente em exercício.

Esta é a terceira demissão de ministros do governo Temer em razão de envolvimento no esquema de corrupção que agia na Petrobras investigado pela Lava Jato.

No começo do mês, Alves já havia dado explicações sobre o envolvimento em casos de corrupção depois de ter sido apontado pela PGR (Procuradoria Geral da República) como um dos beneficiados pelo que ficou conhecido como Petrolão. Na ocasião, o então ministro defendeu-se dizendo que "todas as doações que recebeu durante a campanha de 2014 [quando concorreu ao governo de seu Estado natal] foram registradas pela Justiça Eleitoral". 

Veja abaixo a carta enviada à Presidência da República por Alves:

(imagem: divulgação/MTur)

Serviço
www.turismo.gov.br

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter