Obra do Royal Palm Hall (SP) é entregue; inovações marcam projeto do centro de convenções

De Campinas, São Paulo*

Foto aérea do Royal Palm Hall, que será inagurado em 18 de maio deste ano

A obra do Royal Palm Hall foi entregue oficialmente hoje (6) à Royal Palm Hotels & Resorts. A incorporadora e construtora OR finalizou as obras civis do Centro de Convenções, que tem o maior ball room da hotelaria nacional. O Salão Monumental, por exemplo, tem 4,5 mil metros quadrados, pé-direito de 8,35 metros e capacidade para 5 mil pessoas em auditório, 3,5 mil pessoas para almoços e jantares e 9 mil para shows. O próximo passo é o grupo hoteleiro realizar os trabalhos de marcenaria, colocação de carpetes, dos revestimentos vinílicos e da implantação de todo o enxoval de eventos, prática conhecida mundialmente como FF&E (sigla em inglês para Furniture, Fixtures and Equipment). 

Com data de inauguração já definida para 18 de maio, o Royal Palm Hall abrirá com um evento para 2,5 mil pessoas, possuindo ainda na agenda mais de 20 encontros já confirmados. "Hoje é um dia muito importante para a Arcel Empreendimentos e Participações S.A., proprietária da Royal Palm Hotels & Resorts e do Royal Palm Hall. Realizamos um sonho que começou há alguns anos", comentou Antonio Dias, diretor executivo da rede hoteleira, durante a coletiva de imprensana Sala Lumina do Royal Palm Plaza Resort, empreendimento vizinho ao novo espaço de eventos campineiro.

Com um aporte de R$ 250 milhões por parte da Arcel, o Royal Palm Hall faz parte de um complexo que reúne 51 espaços de eventos, 33 salas para encontros menores, pavilhão para feiras e exposições com 2,7 mil metros quadrados, dois hotéis (ecônomico e midscale), torre de escritórios, mall, heliponto e estacionamento. No total, o complexo todo somará mais de R$ 500 milhões em investimentos. Neste valor inclui-se os R$ 28 milhões gastos na execução de obras de infraestrutura como viaduto, rotatórias, alças de acesso e pontos de ônibus na região, contrapartida acertada com a prefeitura local.

Segundo Dias, o retorno do investimento relativo ao aporte da Arcel (R$ 250 milhões) terá um payback de sete anos. "Se tudo caminhar da forma prevista poderemos ter o retorno do investimento em menos de oito anos", disse ao Hotelier News.

Inovações

Após a coletiva, o grupo de jornalistas e autoridades foi conhecer o Royal Palm Hall in loco. Entrando pelo foyer do piso térreo, sua magnitude ficou notória para todos. Antonio Dias liderou um dos grupos – o outro foi conduzido por Juliane Lima, gerente de Operações do Centro de Convenções – e foi explicando as inovações implementadas. "Este é o primeiro ball room do Brasil que conta com uma divisória dupla, que garante o isolamento acústico do Salão Monumental quando dividido em duas áreas distintas (no total, é possível criar sete espaços). Além disso, se vocês olharem para o teto, poderão ver quase 98 pontos para a colocação de luzes adicionais ou equipamentos de áudiovisual", explicou.

Para o wi-fi, foi contratado o que há de mais moderno no mercado. A solução Cisco instalada conta com 102 antenas, switches e controladoras, bem como interconexão por meio de 13,6 mil
metros de cabos ópticos com dupla abordagem, o que permite redundância no caso de uma conexão romper. Além disso, são 70 mil metros de rede Wired CAT6, 18 áreas técnicas, sendo que toda essa infraestrutura permitirá 600 pontos de acesso simultâneo (pontos físicos) em rede, 7,5 mil acessos simultâneos pela rede wi-fi, além de dois links de internet (redundância) com capacidade de até 600 MB.

Outro destaque é o elevador que acessa o heliponto, que chega até o ponto de toque (onde a aeronave aterrisa), garantindo assim acessibilidade total.

Legado

Fundado por Armindo Dias, a Arcel é um dos maiores conglomerados da região de Campinas. Presente no evento junto com sua esposa Célia, Armindo participou do ato solene que descerrou as placas com os nomes dos grupos participantes do desenvolvimento do Royal Palm Hall, instaladas no mesmo local onde a pedra fundamental foi lançada em 2015, quando as obras foram iniciadas.

Veja abaixo algumas fotos da coletiva:

Célia e Armindo Dias, fundador da Arcel

Descerramento das placas feita pelo vice-prefeito de Campinas, Henrique Teixeira, Bruno Scacchetti, da OR, Armindo e Antonio Dias

Fachada do Royal Palm Hall

André von Zuben, secretario de Desenvolvimento Econômico e Social, Engº Carlos Santoro, da secretariamunicipal de Planejamento e Urbanismo, Antonio Dias, Henrique M. Teixeira, vice-prefeito de Campinas, e
Alexandra Caprioli, diretora de Turismo da Prefeitura Municipal de Campinas

Foyer do Salão Monumental

Vista do Salão Monumental, que tem 4,5 mil metros quadrados

Ana Masagão, diretora de Vendas & Marketing da Royal Palm Hotels, e Raffaele Cecere, diretor executivo da R1, empresa parceira do Royal Palm Hall

Juliane Lima está na Royal Palm Hotels há 18 anos e, agora, assume a gerência de Operações do Royal Palm Hotels

Fachada do Royal Palm Towers Anhanguera, que abre em setembro deste ano

* Crédito da foto de capa: divulgação
** Demais fotos: Peter Kutuchian

Comentários