Publicidade
Qui 25 Ago 2016

Hotelaria de Salvador amplifica rompimento com agências online e vai à justiça contra paridade tarifária

Rompimento com OTAs deve ganhar novos personagens (foto: Pixabay / Teriashi)

Desde o mês passado engajada no discurso de questionamento ao comissionamento das OTAs no País, a hotelaria de Salvador ratificou o rompimento com as agências online. Por meio da ABIH-BA (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia), os meios de hospedagem da cidade, em reunião realizada hoje (25), votaram pela manutenção do boicote à Decolar.com, além de abrir uma nova frente de batalha e passar a analisar outras proibições.

A medida, que será defendida na próxima semana durante reunião da ABIH Nacional, pretende liberar os hotéis para repassar valores diferenciados de acordo com as taxas de comissionamento exigidas pelas OTAs. O objetivo é evitar comissões consideradas extorsivas e que variam entre 18% a 22%. Segundo a organização, essa porcentagem pode prejudicar ainda mais o setor hoteleiro, além de permitir que o cliente tenha opção de escolha de preços, evitando a cartelização. 

"Estamos no fundo do poço, precisamos reagir e enfrentar as OTAs, que estão cobrando polpuda comissão e nos levando a uma crise sem precedente", exclama Glicério Lemos, presidente da associação hoteleira.

O boicote à Decolar.com foi aprovada por unanimidade ainda em julho, após a agência de viagens e turismo online decidir, unilateralmente, segundo argumenta a ABIH, aumentar a margem de comissionamento, que chega a 22%. Com a decisão, pelos menos 40 hotéis de médio e grande portes de Salvador deixaram de trabalhar com a Decolar. 

Serviço
abihbahia.org.br

Notícias Relacionadas

Comentários

Contato

Telefone : (11) 3253-9762

Celular/Claro : (11) 976-527-506

Celular/Claro : (11) 976-536-848

redacao@hoteliernews.com.br

Rede Sociais
Newsletter