Confira quais são as cinco dicas para os hotéis que planejam investir em tecnologia

De acordo com o estudo de tecnologia de hospedagem de 2017, mais da metade dos hotéis (57%) se mostraram mais preparados em gastar no setor tecnológico este ano do que no ano passado. Os hotéis estão procurando novas maneiras de oferecer experiências de alta qualidade para acompanhar o aumento das expectativas dos clientes.

Embora a maioria dos hotéis geralmente se concentre em ser "mais inteligentes" e "mais inovadores", as questões reais são: como os hotéis podem garantir que seus investimentos valem a pena nas tecnologias certas?

  • Conheça seus convidados primeiro

O conceito de colocar o cliente em primeiro lugar não é novo, mas saber como permanecer relevante exige estar atualizado com suas necessidades em evolução. A implementação da tecnologia certa permite que os hotéis se concentrem nas necessidades modernas além do que tradicionalmente faz um bom serviço, como oferecer aos viajantes check-in e check-out móveis, concierges virtuais e acesso rápido às instalações do quarto.

A solução proposta pela Tink Labs é manter os hóspedes conectados com os hotéis dentro ou fora da propriedade, com serviços que os clientes valorizam e acesso a análises de clientes para obter uma visão mais abrangente sobre como os visitantes gostam de ser servidos.

  • Balanceie a tecnologia com o toque humano

A tecnologia deve ser um auxílio, não uma substituição, para a equipe presencial e a interação dos convidados. A comunicação de pessoa a pessoa é uma parte essencial da hospitalidade. Os hóspedes esperam dicas de viagem, serviços atenciosos e interações amigáveis ​​e pessoais como parte de sua experiência de hospitalidade.

O equilíbrio é na busca de tecnologia que complementa as interações humanas e vice-versa. Com o recurso 'Push Messaging', por exemplo, a equipe pode compartilhar promoções e ofertas com os convidados, enquanto o 'Handy Chat' mantém os hóspedes conectados à recepção ou ao concierge em todos os momentos - fornecendo dicas sobre onde comer, o que comprar ou simplesmente pedir um travesseiro extra no meio da noite.

  • Invista em tecnologias baseadas em dispositivos móveis

A tecnologia móvel mudou a forma como vivemos. O negócio de viagens e hospitalidade não é exceção. O celular faz um impacto direto sobre como os convidados interagem e consomem. Os hóspedes esperam mais do que apenas WiFi - eles querem todos os serviços na ponta dos dedos em todos os momentos.

As tecnologias baseadas em dispositivos móveis têm a vantagem de familiaridade e conveniência. Com os aplicativos, guias e mapas do destino, os hóspedes podem descobrir sobre a cidade, decidir o que fazer, onde ir e o que comprar - com toda a conveniência que a tecnologia móvel traz.

  • Tente antes de se comprometer

A complexidade da integração de sistemas múltiplos é provavelmente o maior problema que os hoteleiros enfrentam ao decidir quais tecnologias investir. As dificuldades de integração, aliadas a altos custos, significam que a escolha de uma solução que funciona sem problemas com os sistemas existentes pode ser dispendiosa e diminuir o retorno do investimento.

Mais e mais hotéis preferem soluções plug and play para testar a tecnologia e avaliar os retornos. Uma vez que o conceito está comprovado para atingir os objetivos (o que na maioria dos casos é a satisfação do hóspede em primeiro lugar), os hoteleiros podem pensar na integração perfeita com seus outros sistemas.

  • A prova do futuro de seus investimentos em tecnologia

Pense sobre quais partes do seu negócio você está tentando melhorar usando a tecnologia e procure um sistema integrado que possa gerenciar isso. Pode parecer o melhor investimento no início, mas a atualização contínua de hardware a software e o tempo gasto para treinar cada membro da equipe pode ser tedioso, arriscado e não rentável. Uma plataforma integrada que fornece a maioria de suas necessidades de inovação sob uma única base, pode ser uma solução mais eficiente, confiável e à prova do futuro.

* Matéria na íntegra no Hospitality Net

** Foto de Capa: Pixabay/FirmBee

Comentários